12 - maio/2015

Digo e repito: moda é investimento! Umas investem certo e outras não mas, tudo que tem tempo e dinheiro desprendido é visto como investimento. Você já parou pra pensar nisso? Abra seu armário agora (caso esteja longe dele, faça uma recapitulação mental) e veja o quanto de dinheiro tem ali, será que dá pra contabilizar? Se você usa a peça de forma correta (creio eu que seja até ela acabar, literalmente) é um bom investimento. Mas, como boas mortais que somos, adquirimos várias no calor da emoção e ficaram lá, encostadas. Peças que não fazem seu estilo e não fazem o menor sentido com seu gosto. Mas, porque então ela está lá? Um fato: precisamos parar de uma vez por todas de comprarmos errado. Hoje o post fala disso, como você ter um armário inteligente, funcional e econômico.

df547a79e7de59f8b1cb4733f6f22b94

“Eu gosto do meu dinheiro onde posso vê-lo – pendurado em meu armário.” Carrie Bradshaw

Definitivamente, esse não é um post que dirá para você parar de comprar. Como todo investimento tem seu retorno especifico, o da moda é nos dar poder de comunicar com o visual exatamente o que somos, o que queremos e o que pensamos. O quero dizer é que, com tanta informação, tanta oferta, é preciso filtrar muito bem e agir de forma consciente quando o assunto é compras.

SE CONHECER É A ALMA DO NEGÓCIO

Quando o assunto é se vestir, o primeiro passo é se conhecer. Saber o que você realmente quer passar com a sua imagem e onde você quer que ela te leve. Quando você tem uma reunião, um encontro ou quando está passeando de bobeira no Shopping o que você quer que as pessoas pensem ao seu respeito? Pense nisso, a imagem precisa estar de acordo com o que você prega.

FUJA DA MODINHA 

De forma alguma quero “cuspir no prato que comi” durante anos. Amo uma tendência. Claro, as que tem a ver comigo, não saio comprando só porque está na moda. E convido você a fazer a mesma coisa. Seja consciente nesse  momento. Reflita muito bem, essa nova tendência que tá toooodo mundo usando é para mim?

DEIXE O CHEQUE E O CARTÃO DE CRÉDITO EM CASA

Quantas de nós já passamos pela situação de sair pra tomar um inocente café ou almoçar e voltar com sacolas? Pode parar! Quando for passear leve somente dinheiro ou débito. Assim você economiza e se realmente gostar de uma peça que viu, volte lá depois.

COMO COMPRAS DE SUPERMERCADO, FAÇA LISTAS

Comecei a aplicar isso na minha vida e tem me ajudado muito!!! Sabe a listinha de supermercado? Pois é, faça com roupas e acessórios. Limite um dia por mês (isso quem define é você) e pegue aquele valor que já está no orçamento para esse tipo de investimento. Olhe bem seu armário e veja o que está realmente faltando. Faça lista de prioridades e saia de casa já sabendo o que precisa comprar. Assim, você compra o que é realmente necessário e não gasta dinheiro com peças erradas.

NA ORGANIZAÇÃO MORA A SABEDORIA

Essa dica é clichê mas, acho muito válida, sempre! É muito comum, em um armário bagunçado, não termos a real consciência do que possuímos. Acabamos usando sempre as mesmas peças e vem aquele velho pensamento que nos atormenta: “Eu não tenho nada pra vestir!!!”. Mantenha a organização e o melhor, sempre quando usar uma peça passe ela pra baixo/trás e traga as outras pra frente. Isso gera um rodízio super bacana.

UNIFORME, PORQUE NÃO?

Quem ai passa sufoco toda vez que precisa se vestir para ir trabalhar? Há dias em que estamos atrasadas, outros sem criatividade. Porque não adotar um uniforme? Pensando em praticidade, eleja um modelo de look que te valorize e tem a ver com seu estilo e o use sempre. Para não enjoar, pode variar nas cores.

“Toda roupa quer dizer alguma coisa. É uma escolha individual que mostra como você quer ser visto e avaliado. Não se engane, as roupas que você usa se parecem com você, com sua vida, dizem sobre as situações que você viveu e vive. Será que seu guarda-roupa atual dá conta de tudo isso? Ou está em descompasso com a moda e já não representa tão bem a sua personalidade?”

Trecho do Livro Chic [érrimo] – Moda e Etiqueta em novo Regime de Glória Kalil

COMPARTILHE
04 - maio/2015

Uma das perguntas mais frequentes que as pessoas tem feito a mim nesses cinco anos de blog é: como eu faço para ter um blog? Claro, por trás dessa pergunta simples existem várias questões mais complexas, tais como: por onde eu começo? Como ter um blog de sucesso? Como ganhar dinheiro com um blog? Essas perguntas são tão frequentes, que impulsionaram a escolha do tema do meu primeiro workshop, onde eu contei minha trajetória e tudo que é preciso para iniciar um blog. Caso você não tenha ido a uma das duas edições – vale para quem foi também – segue um post com dicas para começar um blog.

como começar um blog

Com o “boom” de blogueiras super famosas com status de celebridade, há muito mais interesse em participar desse mundo fashion e remuneradamente vantajoso. O que de fato é um erro se pensarmos somente por esse lado. Um blog é como qualquer outra coisa que você vá fazer: precisa ter paixão, muita dedicação e boa dose de paciência.

POR QUE TER UM BLOG

Se há algum tempo eu acreditava que mais valia uma leitora engajada a uma blogueira mediana – para quê mais um blog no mundo??? – hoje penso diferente. Apoio e acredito que TODAS as pessoas deveriam ter um endereço “www.com.br”. Nem preciso dizer que empresas que não tem um site ou blog estão ficando pra trás, não é mesmo? Já no caso de uma pessoa física, o blog serve para mostrar seu trabalho, suas habilidades e desenvolver algum tipo de interesse. Um blog bem feito gera credibilidade no mundo dos negócios. E vendo a partir deste ponto, é preciso investir no CPF como CNPJ, abrir um blog gera um novo canal de captação de clientes.

É PRECISO TER FOCO

Geralmente, essas mesmas pessoas que me perguntavam sobre como ter um blog diziam que gostariam de ser ecléticos – pretendiam falar de tudo para todos. Esse é o principal erro do marketing, e podemos aplicar isso em blogs. Um blog que fala sobre tudo não se torna especialista em nada, logo, confunde seus leitores. É preciso nichar, ser bem específico, definir o assunto e o público que você quer atingir. Não é porque você gosta de várias coisas que precisa falar sobre todas elas.

E CONSTÂNCIA TAMBÉM

Quantos posts por semana tenho que publicar? Não sei, isso vai da sua proposta e posicionamento. Quando esse blog era sobre moda e divulgação, cheguei a publicar dois posts no dia, 14 por semana. A proposta exigia uma quantidade maior. Hoje limitei a três posts semanais. Não importa quantas vezes irá postar. O que importa é manter a constância. Se decidir por 2 posts diários ou semanais, assuma o compromisso.

PRESTE ATENÇÃO NA COERÊNCIA

Um dos principais erros de blogs é postar algo que não tem nada a ver com sua proposta – esse erro eu já cometi! Seja uma publicidade (quem não gosta de dinheiro, né?) ou uma simples dica, é preciso ter coerência com seu tema. Seja fiel ao seu projeto pois, um blog focado se torna especialista no assunto.

QUAL É O PRIMEIRO PASSO?

Existem várias plataformas (onde você cria o blog) gratuitas. Você mesmo pode iniciar seu endereço na internet sem gastar um tostão. Acho válido para teste e para o site ir tomando forma. O que sou contra é ter algo como blogspot.com ou wordpress.com acoplado em seu endereço. Ter um formato “.com.br” gera mais credibilidade e profissionalismo. Para isso, basta registrar seu domínio no registro.br.

QUAL NOME COLOCAR?

Iniciei o blog para divulgar minha marca, que era meu próprio nome. Então, isso, não me causou problemas quando mudei de foco, ainda continuo sendo o “personagem central”. Caso ainda não esteja certo sobre qual tema abordar, e, consequentemente não tenha escolhido o nome, sugiro que faça um brainstorming para essa definição. Você pode sim, trocar de registro no decorrer do tempo, e redirecionar o antigo para o novo mas, nada como um passo assertivo logo no começo, não é mesmo? Uma dica: nome de blog precisa ser fácil de ler, de digitar e memorizar, procure se basear nisso.

 LAYOUT, IMAGENS E TEXTOS

Aprendi a duras penas que quanto mais clean um layout, melhor. Seja um facilitador para seu leitor. Não pense que letras subindo e descendo, músicas e mico-leão dourado dançando irá conquistar seu leitor. Com a correria do dia-a-dia e com tanta informação por aí, estes obstáculos só irão espantar seu leitor. Na internet, somos atraídos primeiramente por imagens, depois por títulos, e por último pelo texto em si. Ou seja, cuide muito de suas imagens, nada de fotos de má qualidade ou montagens esquisitas. Erros de português são um tiro no pé. Seu layout e imagens podem ser incríveis, mas, um texto com erros não é salvo por nada!

 REGUE, REGUE MUITO E COLHA NO FUTURO

Sempre digo que para um blog “bombar” é preciso uma série de fatores, que juntos, tornarão o “blogueiro” famoso. De fato, não pensar no “ganhar” desde o início ajuda você a ser despretensioso e falar sem um compromisso maior com anunciantes. Mas, se você pensa em usar o blog estrategicamente para sua carreira (essa é a causa que mais apoio) é preciso vê-lo como empresa, aplicar branding e ter estratégias de alavancagem. Por isso, assim como em uma empresa, é preciso traçar um longo caminho até colher bons e grandes frutos.

Esses são os primeiros oito passos para começar um blog. Falaremos sobre otimizar postagens e monetização semana que vem. Espero que tenha sido útil e aguardo sua opinião ou dúvida nos comentários.

COMPARTILHE
01 - maio/2015

Ano que vem eu saio desse emprego. Mês que vem eu começo aquele curso. Amanhã eu faço dieta. Faz algum sentido para você esses tipos de frases (não necessariamente esses exemplos mas, a ideia de adiar)? De fato, para tudo que pretendemos fazer é preciso planejamento mas, vamos falar hoje sobre aquele plano que está mais do que pronto para ser iniciado e por algum motivo, seja medo ou preguiça, fica dentro da gaveta.

comece

Quando o assunto é atitude há basicamente dois tipos de perfis segundo o Coaching: os que são ativos e executores (tubarões e águias) e os que analisam e planejam nos mínimos detalhes (gatos e lobos). Claro, tudo que há de bom em você também te atrapalha. No primeiro caso, há uma grande probabilidade de ocorrerem erros, pois não há um planejamento claro. Já no segundo, há uma chance enorme de nunca sair do papel. O ideal? O equilíbrio, claro!

Por isso, a dica de hoje é para quem tem uma ideia muito interessante, mas que fica planejando sem tomar atitude. O tempo passa e você perde uma grande oportunidade de colocar sua ideia em ação.

Quebre-as-regras-e-reinvente-CAPA

O livro Quebre As Regras > Reinvente de Seth Godin, ex-vice presidente de Marketing do Yahoo!, é uma delicia de ler. O livro é fino e dividido em capítulos curtos, ou seja, nada cansativo. Ele ressalta a ideia de que você precisa começar algo, e precisa começar hoje! É mais ou menos assim: o que você ainda está fazendo lendo esse livro e não vai logo começar algo??? rsrs. Esse livro foi fundamental em uma iniciativa que precisei há alguns meses e a frase que eu mais gosto é a seguinte: “Hoje, não começar é muito, mas muito pior do que estar errado. Se você começar, tem a chance de evoluir e transformar o errado no certo. Mas, se não começar, não terá nenhuma chance.” É aquele empurrãozinho que todos nós precisamos para tomar uma atitude. Esse eu ganhei do meu namorado mas, você pode achá-lo aqui. 

20141218_135944

Já o livro Geração de Valor é pop star no quesito livros! Tudo isso porque seu autor virou um verdadeiro showman. Flávio Augusto da Silva é um case de sucesso que se tornou milionário muito cedo com ideias que realmente o tiraram de dentro da caixa. O livro, apesar de suas 205 páginas, pode ser lido super rápido (li em três dias). Ele é recheado de cores, desenhos e frases motivacionais. Pensar fora da caixa, sugere que você não siga outras pessoas e aprenda a pensar de forma única e poderosa. O melhor de tudo é que você pode receber pílulas diárias seguindo o autor no Instagram e Facebook. Esse, por ser mais famoso você encontra em praticamente qualquer livraria.

Esses são dois livros rápidos e objetivos que indico para quem precisa tirar aquela ideia do papel de uma vez por todas. Não espere a perfeição chegar para você agir, aprenda com seus erros, seja um iniciador. Caso você tenha lido algum deles, por favor, compartilhe comigo sua opinião.

COMPARTILHE